poesia desafinada

Indaial, entre 94 e 97 [minha infância]

Gostava de compor pequenos textos ou poesias com palavras que eu achava interessantes, independente de seus significados ou de eu não saber o que elas significavam. Um dos meus bloquinhos chamei de Poesia Desafinada e foi esse que a Raquel, minha irmã, levou para encadernar naquela época, fazendo dele meu primeiro livro.